(11) 5575-9378

Algumas mudanças no organismo acontecem naturalmente com o envelhecimento, o que pode fazer com que algumas doenças se desenvolvam, principalmente após os 60 anos de idade. No Brasil, sete a cada dez idosos têm pelo menos uma doença crônica, como a diabetes e a pressão alta. Veja algumas doenças comuns e idosos e o que elas podem causar.

Algumas doenças comuns em idosos

Doenças cardiovasculares

As doenças cardiovasculares são a principal causa de mortes no país – com cerca de 1,1 mil óbitos por dia. Sedentarismo, má alimentação, diabetes, tabagismo, estresse, consumo excessivo do álcool e hereditariedade são alguns fatores de risco para o desenvolvimento dessas doenças. Infarto, insuficiência cardíaca, hipertensão e doenças isquêmicas do coração são alguns dos problemas cardiovasculares mais comuns em idosos. Alguns sinais e sintomas de doenças cardiovasculares em idosos podem ser:

  • Falta de ar, mesmo estando em repouso;
  • Sonolência e confusão mental;
  • Dor no peito;
  • Sensação de queimação, aperto ou peso no peito;
  • Inchaço nas pernas;
  • Tosse persistente;
  • Palpitações.

Doença pulmonar obstrutiva crônica

A doença pulmonar obstrutiva crônica é o nome dado a um conjunto de doenças que causam o bloqueio persistente das vias aéreas. As mais comuns são o enfisema pulmonar e a bronquite obstrutiva crônica, desenvolvidas principalmente pelo hábito de fumar, exposição prolongada à poluição e infecções pulmonares repetitivas. Alguns sinais e sintomas da doença pulmonar obstrutiva crônica em idosos podem ser:

  • Tosse persistente com secreção;
  • Falta de ar durante atividades do dia a dia;
  • Sibilos – sons semelhantes a assovios ou chiados ao respirar.

Diabetes

A diabetes acontece quando a taxa de glicose (açúcar) no sangue está mais alta que o normal. A prevalência da doença em idosos no Brasil é de mais de 20%. Se não controlada, a diabetes pode causar complicações nos rins, nervos e retina, prejudicando a visão. Os principais tipos da doença são a diabetes tipo 1 – que é hereditária e pode se manifestar em qualquer momento da vida – e a diabetes tipo 2, relacionada a hábitos de vida pouco saudáveis e à obesidade. Alguns sinais e sintomas da diabetes em idosos podem ser:

  • Aumento da sede e da fome;
  • Cansaço;
  • Visão embaçada;
  • Formigamento nos pés;
  • Dificuldade na cicatrização de machucados;
  • Aumento no volume da urina ou vontade de urinar frequentemente;
  • Infecções frequentes;
  • Perda de peso sem causa aparente.

Demência

A demência é o termo usado para definir os sintomas de um grupo de doenças que causam degeneração neurológica progressiva. Essas doenças afetam a capacidade da pessoa de realizar atividades do dia a dia, e também o comportamento, sentimentos e relacionamentos. Entre as condições mais comuns em idosos estão a doença de Parkinson e de Alzheimer. Os sinais e sintomas de demência em idosos podem começar sutis e piorar ao longo do tempo. Eles podem ser:

  • Comportamento inapropriado para situações;
  • Mudança na personalidade;
  • Perda de memória;
  • Dificuldade para se comunicar;
  • Dificuldade em fazer tarefas habituais do cotidiano.

Osteoporose

A osteoporose é uma doença crônica progressiva que diminui a densidade dos ossos, fazendo com que fiquem mais fracos e suscetíveis a fraturas. Isso acontece porque a doença provoca a diminuição do cálcio e outros minerais. A osteoporose é mais frequente em mulheres na fase pós-menopausa, mas também pode afetar os homens. Normalmente, a doença é silenciosa, mas alguns sinais e sintomas da osteoporose podem ser:

  • Perda da altura ao longo do tempo;
  • Postura encurvada;
  • Dores nas costas causadas por fratura;
  • Ossos que se quebram com mais facilidade em esbarrões e quedas.